Aquecimento global ameaça os recursos hídricos no Himalaia


As mudanças climáticas constituem uma séria ameaça aos recursos hídricos na região do Himalaia, colocando em risco os meios de subsistência de 1,3 bilhões de pessoas, afirmaram especialistas, nesta quinta-feira 21/8, durante conferência na Semana Mundial da Água. Por Henrique Cortez, do EcoDebate, com Agências.

A região montanhosa do Himalaia, abriga a maior área de permafrost glacial, depois das regiões polares e enfrenta rápido derretimento glacial, com mudanças dramáticas no regime de chuvas. “Os glaciares estão recuando mais rapidamente do que em qualquer outro lugar do mundo”, disse Mats Eriksson, gerente de programa para a água do International Centre for Integrated Mountain Development.

Embora as altitudes elevadas, a distância e dificuldades de cooperação entre os países da região tornem difícil a realização de estudos exaustivos, Eriksson disse que era óbvio que “a região é muito fortemente afetadas pelas alterações climáticas.” “As geleiras’ estão com um recuo enorme, de até 70 metros por ano”, disse.

Xu Jianchu, que dirige o Centre for Mountain Ecosystem Studies in China, assinalou que as temperaturas no planalto do Tibete, por exemplo, estão aumentando em 0,3 graus Celsius por década. “Esse é o dobro da média mundial”, disse ele.

Isto tem um grande impacto numa região em que o derretimento de neve e geleiras representa cerca de 50% da água que flui das montanhas, “alimentando” nove dos maiores rios da Ásia.

O Himalaia abastece rios da China, Índia, Nepal, Paquistão, Myanmar, Butão e Afeganistão. A cordilheira constitui uma importante fonte de água para alguns dos mais populosos partes do planeta. Eriksson e outros peritos disse que a região abrange 1,3 bilhões de pessoas.

“A neve e o gelo glacial proporcionam uma importante fonte de água fresca para a irrigação, energia e água potável a jusante”, disse Xu.

Os glaciares possuem uma grande capacidade de armazenamento de água e o rápido degelo, pelo aquecimento global, eleva o nível inicial da água disponível, inclusive causando enchentes violentas, mas no longo prazo reduz a água disponível para jusante.

“A subsistência será gravemente afeatada pelo redução dos glaciares”, disse Eriksson.

Ao mesmo tempo em que geleiras estão derretendo, os cientistas dizem que os padrões de precipitação em muitas partes do Himalaia mudaram dramaticamente, aumentando a intensidade das chuvas nas monções, mas em períodos menores e seguidos por maiores períodos de seca.

“As áreas mais áridas estão se tornando mais secas, enquanto que as a zonas húmidas estão se tornando mais húmidas”, disse Rakhshan Roohi, do Water Resource Research Institute in Pakistan.

Eriksson disse que as alterações tinham sido especialmente sentidas na parte ocidental do Himalaia.

“No passado, os rios tinham um fluxo constante durante todo o verão, devido ao derretimento natural do gelo … Agora você tem um monte de chuva na primavera e, depois, você tem um período muito seco ao longo de todo o resto do verão”, disse ele .

As colheitas de subsistência agora estão sob condições incertas, o que está levando muitas pessoas a migrarem para os centros urbanos, os agricultores e outras pessoas também enfrentam um número crescente de catástrofes naturais, como inundações repentinas e o rompimento dos lagos de geleiras.

“Antes, uma região sofria com uma inundação em cada estação, e as pessoas conseguiam enfrentar o problema. Porém, se você receber três ou quatro ou cinco inundações repentinas e repetidas, talvez isto seja muito mais do que podem suportar. A questão é saber se as pessoas podem suportar muito mais, sem perderem a sua base de sustento “, disse Eriksson.

As montanhas Himalaia, em seu permafrost, funcionam como um sumidouro de carbono, capturando o dióxido de carbono para mitigar o aquecimento global. Xu, porém, advertiu que o aumento do derretimento glacial significa o afloramento do carbono capturado de volta para a atmosfera.

“Isso vai transformar o sumidouro de carbono em uma fonte de carbono … mais carbono do solo será lançado com o degelo dos glaciares e do permafrost”, disse ele.

[EcoDebate, 25/08/2008]

One Response to Aquecimento global ameaça os recursos hídricos no Himalaia

  1. Pingback: Portal EcoDebate » Blog Archive » Aquecimento global ameaça os recursos hídricos no Himalaia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: