Valor econômico dos serviços dos insetos polinizadores é estimado em R$ 395 bilhões (153 bilhões de euros)

Estudo realizado por cientistas do INRA (Institut scientifique de recherche agronomique), do CNRS (Centre national de la recherche scientifique) e da UFZ ( Helmholtz Association of German Research Centres), estimou que o valor econômico global dos serviços de polinização, realizado pelos insetos, principalmente abelhas, foi, em 2005, da ordem de R$ 395 bilhões (153 bilhões de euros).

Isto equivale a 9.5% do valor total da produção agrícola global. O estudo avaliou que o desaparecimento dos insetos polinizadores pode causar perdas agrícolas entre R$ 491,8 bilhões ( €190 bi) e R$ 802,7 bilhões( €310 bi). Os resultados do estudo econômico sobre a vulnerabilidade da agricultura mundial, em razão do desaparecimento dos insetos polinizadores, foram publicados na revista “ECOLOGICAL ECONOMICS“. Por Henrique Cortez*, do Ecodebate.

O declínio dos insetos polinizadores na biodiversidade é conhecido, mas o valor deste impacto é uma questão em aberto. Em termos econômicos, no que se refere aos serviços prestados à agricultura, o impacto pode ser mensurado a partir da dependência de diversas culturas da polinização por insetos.

Frutas e vegetais são especialmente dependentes da polinização e o desaparecimento dos insetos polinizadores pode causar perdas estimadas em R$ 129,7 bilhões (€50 bi) e perdas de R$ 101 bilhões (€39 bi) em cereais.

Os pesquisadores também identificaram uma significativa perda de produtividade por hectare quando a polinização é reduzida.

O cálculo das perdas potenciais foi realizado a partir da contribuição da polinização na produção agrícola, estimada em 39% no café e cacau, 31% para frutos de casca rija e 23% para os demais frutos.

Os resultados do estudo demonstram que o desaparecimento total de polinizadores, com destaque para abelhas, pode ter efeitos catastróficos na agricultura mundial, reduzindo a produção e a produtividade da agricultura, afetando a oferta de alimentos e causando um potencial aumento no valor dos produtos agrícolas para os consumidores.

A pesquisa, também, demonstra a necessidade de que sejam desenvolvidos novos processos de produção agrícola que não coloquem em risco os insetos polinizadores.

Sobre este assunto sugerimos que leiam, também, a matéria “Agrotóxicos matam abelhas e envenenam nossa alimentação

Economic valuation of the vulnerability of world agriculture confronted with pollinator decline. Ecological Economics (2008), doi:10.1016/j.ecolecon.2008.06.014.
Nicola Gallai, Jean-Michel Salles, Josef Settele, Bernard E. Vaissière:

PD Dr. Josef Settele
Helmholtz Centre for Environmental Research (UFZ)
Phone +49 345-558-5320
PD Dr. Josef Settele

Dr. Bernard Vaissiere (EN+FR)
INRA Center of Avignon
Phone +33-4-32722637
Dr. Bernard Vaissiere (EN+FR)

or

Helmholtz Centre for Environmental Research (UFZ)
Press office
Tilo Arnhold
Phone: +49 (0)341 235 1269
presse@ufz.de

Links:
Research project ALARM:
http://www.alarmproject.net/alarm

* Com informações da Helmholtz Association of German Research Centres

[EcoDebate, 16/09/2008]

One Response to Valor econômico dos serviços dos insetos polinizadores é estimado em R$ 395 bilhões (153 bilhões de euros)

  1. Pingback: Portal EcoDebate » Blog Archive » Valor econômico dos serviços dos insetos polinizadores é estimado em R$ 395 bilhões (153 bilhões de euros)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: