EUA: Descomissionamento da central nuclear de Vermont Yankee expõe os verdadeiros custos da energia nuclear

[USA: decommissioning of Vermont Yankee Nuclear Power Station exposes the true costs of nuclear energy]

Central nuclear de Vermont Yankee. Foto NRC
Central nuclear de Vermont Yankee. Foto NRC

Nada expõe o fracasso colossal da energia nuclear melhor do que o descomissionamento de uma central nuclear. Pelo simples motivo que ele não se resume ao simples desligar da tomada. Um descomissionamento demanda tempo e elevados custos. A desmontagem e limpeza e gerenciamento de resíduos custam muito mais do que a construção da própria usina nuclear. Por Henrique Cortez*, do Ecodebate.

Se a NRC (Nuclear Regulatory Commission) não prorrogar o licenciamento da central nuclear de Vermont Yankee, por mais 20 anos, ela será descomissionada em 2012, ao final do prazo da licença de operação. Ou melhor, o processo de descomissionamento começará em 2012.

A central, com capacidade de produção de 620 MW, entrou em operação em 28/02/1973 e sua licença de operação vencerá em 21/03/2012.

Ao contrário do Brasil, quando uma usina nuclear é licenciada nos EUA, ela deve apresentar o plano piloto de descomissionamento e criar um fundo, a ser constituído ao longo de toda a vida útil da usina, para custear todos os processos de limpeza e desmontagem.

É aqui que surge a primeira crise no caso da central nuclear de Vermont Yankee, porque a crise financeira global reduziu o valor constituído no fundo de descomissionamento. No início deste mês, a operadora da central, Entergy Nuclear, declarou que o fundo, constituído para Vermont Yankee, tinha perdido 10 % do seu valor ao longo dos últimos meses, passando de cerca de US $ 440 milhões para US $ 397 milhões. A empresa culpou a crise de Wall Street pela queda no valor.

O problema é que o desmantelamento de Vermont Yankee deverá custar algo entre US $ 800 milhões e US $ 1 bilhão. Ou seja, mesmo sem a perda de valor do fundo, o total acumulado ao longo da operação da usina seria insuficiente para custear o descomissionamento.

Diante disto, a Entergy Nuclear comunicou à NRC que não iria começar o desmantelamento do reator por um prazo de 60 anos. O plano foi formalmente apresentado à Nuclear Regulatory Commission.

Entergy Nuclear, concordou em acrescentar $ 60 milhões ao seu fundo de desmantelamento, mas não antes de 2026.

Na sua apresentação à Nuclear Regulatory Commission, a Entergy Nuclear informou que o descomissionamento (desmontagem e limpeza) estava planejado para 2067, com a sua conclusão até 2072, num custo total de US $ 875 milhões.

A demora na limpeza e desmontagem é permitida pela NRC, exatamente porque este é um processo longo e caro, que, naturalmente, pode ser maior do que o própria operação, em razão do gerenciamento dos resíduos radioativos.

A empresa pode desativar o reator, manter os sistema desligados, selar a piscina de resíduos e fazer a manutenção de segurança dos resíduos, enquanto que seu fundo fiduciário para o descomissionamento cresça o suficiente para cobrir os custos de limpeza. O atraso, teoricamente, permite também que alguns dos índices de radioatividade diminuam, diminuindo risco de contaminação para os trabalhadores.

No entanto, mesmo com o descomissionamento (desmontagem e limpeza) a questão dos resíduos altamente radioativos permanece em aberto, porque, de acordo com o planejamento, eles ficarão contidos na própria central, por vários séculos além de 2072.

E, tal como acontece no Brasil, ninguém definiu a responsabilidade pelo gerenciamento destes resíduos. Nem mesmo quem “pagará” a conta.

* Com informações de Susan Smallheer, do Rutland Herald

[EcoDebate, 01/11/2008]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

One Response to EUA: Descomissionamento da central nuclear de Vermont Yankee expõe os verdadeiros custos da energia nuclear

  1. Pingback: Portal EcoDebate » Blog Archive » EUA: Descomissionamento da central nuclear de Vermont Yankee expõe os verdadeiros custos da energia nuclear

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: