Pesquisa conclui que as atividades pesqueiras estão reduzindo as populações de golfinhos no leste do Pacífico

Golfinhos e as redes de cerco. Foto do Scripps Institution of Oceanography/UC San Diego
Golfinhos e as redes de cerco. Foto do Scripps Institution of Oceanography/UC San Diego

Apesar do sucesso na redução das capturas de golfinhos, a pesca em larga escala está afetando a sua reprodução e reduzindo suas populações.

Apesar das técnicas e práticas “Dolphin Safe” as atividades da pesca, continuaram a restringir o crescimento de, pelo menos, uma espécie de golfinho do oceano Pacífico. É o que afirma um novo relatório do Scripps Institution of Oceanography/UC San Diego. Por Henrique Cortez*, do EcoDebate.

As populações de golfinhos no leste do Pacífico deveriam estar aumentando, depois da bem sucedida ação de preservação, em que regulamentos e acordos foram decretados para que ocorresse uma redução dos golfinhos mortos como resultado da pesca, as “capturas acessórias”, casos em que os animais são capturados acidentalmente.

Mas o novo estudo, publicado na revista Marine Ecology Progress Series, revela que os impactos negativos das atividades de pesca permanecem. Em vez de reduzir a mortalidade direta através de números, o estudo de Katie Cramer, do Instituto Scripps de Oceanografia, e Wayne Perryman e Tim Gerrodette da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA’s), Southwest Fisheries Science Center, mostra que as atividades de pesca têm perturbado a reprodução do golfinho manchado. Os pesquisadores observam que reprodução do golfinho rotador também diminuiu, mas um link direto para com os efeitos da pesca comercial foi inconclusivo.

“Os resultados deste estudo mostram claramente que a população dos golfinhos não conseguiu se recuperar, em parte devido a um declínio na produção reprodutiva, e que a pesca tem tido um efeito sobre a reprodução”, disse Cramer. “Isto mostra que a pesca, na verdade, ainda está tendo um impacto.”

As novas conclusões baseiam-se em pesquisas realizadas pela NOAA entre 1987 e 2003, com o objetivo de avaliar o tamanho e a saúde das populações dos golfinhos no leste do oceano Pacífico. As sondagens, de reconhecimento militar, incluiram imagens fotográficas de 20 mil animais.


Fêmea e seu filhote

Cramer, que participou na pesquisa por helicóptero, entre 1998 e 2003, e seus colegas utilizaram as imagens do banco de dados para analisar todos os golfinho, especialmente as fêmeas com filhotes.

Os cientistas compararam os dados com o número de eventos de pesca em que um golfinho é perseguido por lanchas e rodeado por grandes “redes de cerco”, a fim de capturar os grandes atuns albacora, que muitas vezes se misturam aos golfinhos. Embora este tipo de pesca cause uma a alta mortalidade dos golfinhos, as mortes decorrentes de capturas acessórias decresceu desde o final da década de 1990, devido às novas técnicas de pesca, que asseguram que os golfinhos são eventualmente liberados das redes ainda vivos.

No entanto, apesar das reduções mortalidade, as populações de golfinhos ainda não se recuperaram no ritmo esperado, uma vez que as capturas acessórias foram reduzidas.

Utilizando a fotografia aérea e o banco de dados, Cramer e seus colegas, encontraram uma forte ligação entre a quantidade de pesca e a reprodução em um dado ano Tanto a proporção de animais adultos nas fotografias com filhotes e a extensão em que filhotes aparecem desassociados de suas , diminuiu com o aumento do esforço de pesca.

Juntos, os resultados mostraram que a pesca teve um impacto negativo nas taxas de sobrevivência e / ou nas taxas de natalidade. Isso poderia ser causado quando as operações de pesca separam as mães, ainda amamentando, de seus filhotes, quando interferem na concepção/gestação dos ou uma combinação dos dois.

O Acesso ao artigo “Declines in reproductive output in two dolphin populations depleted by the yellowfin tuna purse-seine fishery” é restrito a assinantes. Abaixo indicamos informações de contatos e o abstract do artigo.

Contatos: Mario Aguilera or Annie Reisewitz
scrippsnews@ucsd.edu
University of California – San Diego

Declines in reproductive output in two dolphin populations depleted by the yellowfin tuna purse-seine fishery
Katie L. Cramer*, Wayne L. Perryman, Tim Gerrodette
*Email: kcramer@ucsd.edu

ABSTRACT: Reproductive data for two pelagic dolphin subspecies in the eastern tropical Pacific, the eastern spinner (Stenella longirostris orientalis) and northeastern pantropical spotted (S. attenuata attenuata), were obtained from aerial photographs taken between 1987 and 2003. Two measures of reproductive output were estimated: proportion of adult dolphins with calves (‘proportion with calves’) and length at which calves disassociated from their mothers (‘length at disassociation’). Trends in length at disassociation were investigated to determine if proportion with calves was affected by possible changes in calving interval, but no changes were found. Proportion with calves for eastern spinner (ES) dolphins was stable from 1987-1993 then declined from 1993-2003; proportion with calves for northeastern pantropical spotted (NEPS) dolphins decreased steadily from 1987-2003. For both species, proportion with calves was related to number of dolphins in the school of the focal species and/or proportion of the school made up of the focal species. For NEPS dolphins, annual number of purse-seine sets on dolphins was a predictor of both proportion with calves and length at disassociation. Because NEPS dolphins are the main species targeted by the fishery, the link between fishing activity and both measures of reproductive output indicates that the fishery has population-level effects beyond reported direct kill. Decline in reproductive output is the proximate cause or one of the proximate causes of the failure of dolphin populations to recover at rates expected after reduction of high bycatch levels.

Published in MEPS Vol. 369. Publication date: October 13, 2008
Print ISSN: 0171-8630; Online ISSN: 1616-1599

* Com informações da University of California – San Diego http://www.ucsd.edu/

[http://www.ecodebate.com.br/index.php/2008/11/26/pesquisa-conclui-que-as-atividades-pesqueiras-estao-reduzindo-as-populacoes-de-golfinhos-no-leste-do-pacifico/, 26/11/2008]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

One Response to Pesquisa conclui que as atividades pesqueiras estão reduzindo as populações de golfinhos no leste do Pacífico

  1. Pingback: Portal EcoDebate » Blog Archive » Pesquisa conclui que as atividades pesqueiras estão reduzindo as populações de golfinhos no leste do Pacífico

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: