Mudanças climáticas reduzirão a disponibilidade hídrica em 50% na África do Sul, América Latina e no Mediterrâneo

Coincidindo com o início da conferência da ONU sobre mudanças climáticas em Poznan (Polônia), a ONG Oxfam International, apresentou um relatório que alerta que cerca de 300 milhões sofrerão com inundações, se a temperatura, até o final do século, aumentar em 4°C.

A ONG apela por uma mudança nas negociações, para um futuro acordo sobre as mudanças climáticas, que inclui três objetivos principais. O primeiro é a de manter o aumento médio global da temperatura abaixo de 2°C. “Isso requer que as emissões globais de CO2 diminuam até o ano 2015 e que ocorra uma redução de, pelo menos, 80% até 2050, relativamente aos níveis de 1990”. Por Henrique Cortez, do Ecodebate.

O relatório, intitulado “Clima, Pobreza e Justiça” [Climate, Poverty, and Justice], mostra que o aquecimento global já chegou a 0,8 graus sobre os níveis pré-industriais. Para evitar impactos climáticos “catastróficos e irreversíveis”, o aumento das temperaturas deve ser mantido abaixo dos 2°C. Mas, mesmo assim, os efeitos serão muito graves.

Segundo a ONG, com este nível de aquecimento, 1,8 bilhão de pessoas serão afetadas pela escassez da água, uma vez que irá reduzir a sua disponibilidade. E se a temperatura global subir 3°C, até 600 milhões de pessoas ficarão expostas à fome, e além de 4ºC, até 300 milhões sofrerão com inundações, ao mesmo tempo em que a disponibilidade hídrica será reduzida em 50% na África do Sul, América Latina e o Mediterrâneo .

Redução das emissões

O segundo destes objetivos, de acordo com a Oxfam, a ser obtido em Poznan, é um acordo no qual os países desenvolvidos reduzam as suas emissões na proporção da sua responsabilidade, para os efeitos das mudanças climáticas e à sua capacidade de executar as metas.

“Os governos não devem esquecer que dessas negociações dependem a vida e os meios de subsistência de milhões de pessoas”, diz Anthony Hill, porta-voz para as Mudanças Climáticas da Oxfam International. “Qualquer nível de aquecimento global poderia tornar inabitáveis grandes áreas de terras, destruir os meios de subsistência de toda sociedade, levando ao desaparecimento de ilhas e deixando as pessoas com nenhuma outra escolha senão a emigração. Isto não é aceitável”, diz Hill.

O terceiro objetivo fundamental, a ser alcançado nas negociações, é, segundo a organização humanitária, um acordo para estabelecer um quadro para o financiamento anual de, pelo menos, 50 bilhões de dólares, por parte dos países ricos para ajudar os paises mais pobres a se adaptarem aos impactos das mudanças climáticas. “O custo para combater o aquecimento global não é proibitivo”, diz a Oxfam, estimando o custo em 1% do Produto Interno Bruto (PIB) por ano, enquanto que “o custo de não fazer nada seria entre cinco e 20 vezes maior”

* Com informações da Oxfam International.

[http://www.ecodebate.com.br/index.php/2008/12/05/mudancas-climaticas-reduzirao-a-disponibilidade-hidrica-em-50-na-africa-do-sul-america-latina-e-no-mediterraneo/, 05/12/2008]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

3 Responses to Mudanças climáticas reduzirão a disponibilidade hídrica em 503 na África do Sul, América Latina e no Mediterrâneo

  1. Pingback: Mudanças climáticas reduzirão a disponibilidade hídrica em 50% na África do Sul, América Latina e no Mediterrâneo, por Henrique Cortez | Portal EcoDebate

  2. Sem dúvida, gostaria de receber as informações diárias, pois sou profa. de Climatologia da URI-Erechim e sempre estarei atenta a tudo que disser respeito a clima e a questão ambiental global.

    O artigo está muito bom e já repassarei para os meus alunos.
    Profa. Neide L. Piran

    Resposta do EcoDebate:

    Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
    Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

  3. O artigo está muito bom e já repassarei para os meus alunos, pois dou aula de Climatologia na URI-Erechim
    Obrigada
    Profa. Neide L. Piran

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: