Novo estudo avalia a extensão global da pesca ilegal

sobrepesca no Mediterrâneo

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Um novo estudo, publicado na PLoS One, estima que as perdas globais com a pesca ilegal e não declarada são estimadas de US$ 10 bi a 23,5 bilhoes por ano.

Analisando dados de pesca de 54 países estimaram que a pesca ilegal coleta de 11 a 26 milhões de toneladas por ano. Os autores encontraram uma forte ligação entre a governança e a pesca ilegal – as práticas ilícitas são as mais frequentes nos países em desenvolvimento, com pouca fiscalização e aplicação da lei. Estimativa das capturas na África Ocidental foram 40% superiores ao oficialmente declarado.

Leia mais deste post

Anúncios

Pesquisa associa a ingestão de cálcio com a redução do risco de câncer em mulheres

Archives of Internal Medicine

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] As mulheres com maior ingestão de cálcio parecem ter um menor risco de câncer em geral e tanto os homens como as mulheres, com alta ingestão de cálcio, têm menor risco de câncer colorretal e de outros cânceres associados ao aparelho digestivo. É o que concluiu uma pesquisa publicada na edição de 23/02 do Archives of Internal Medicine.

Leia mais deste post

Chá de camomila pode baixar a taxa de açúcar no sangue de diabéticos

Journal of Agricultural and Food Chemistry

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] A camomila (Matricaria chamomilla), um chá muito popular, pode ser capaz de ajudar a controlar o nível de açúcar no sangue de diabéticos, evitando complicações graves. É o que concluiu um estudo [Protective Effects of Dietary Chamomile Tea on Diabetic Complications] realizado por pesquisadores da Universidade de Aberystwyth, no País de Gales e da Universidade de Toyama, no Japão, e publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry.

Leia mais deste post

Nova pesquisa reafirma que o aumento nas temperaturas globais pode causar severos impactos

aquecimento global

[Por Henrique Cortez, do Ecodebate] Um novo estudo tenta atualizar algumas das conclusões do Terceiro Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas (IPCC), avaliando os diversos cenários previstos de acordo com as faixas de aumento de temperaturas.

O estudo concluiu que, mesmo um baixo nível de aumento nas temperaturas médias globais, devido às emissões de gases de estufa, poderia causar problemas significativos em cinco áreas-chave da preocupação mundial. O estudo, que será publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences, é intitulado “Assessing Dangerous Climate Change Through an Update of the IPCC ‘Reasons for Concern.”

Leia mais deste post

A contaminação química cotidiana

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Estamos, permanentemente, expostos a um ‘oceano’ de contaminantes químicos, sobre os quais nada sabemos. Incontáveis produtos químicos estão presentes em tudo que usamos, das embalagens de alimentos aos produtos de limpeza. Sem falar dos conservantes presentes nos próprios alimentos.

Nos últimos anos, diversas pesquisas apontam a toxidade de diversos destes produtos, como amplamente demonstrado os ftalatos e o bisfenol-A (BPA) , contra os quais crescem as campanhas para sua total abolição.

De acordo com o Blog GREENSPACE, do Los Angeles Times, no post “Environmentalists to sue for disclosure of chemicals in cleaning products” , ambientalistas norte-americanos iniciam processos judiciais contra as maiores industrias de produtos de limpeza, tais como Procter & Gamble e Colgate-Palmolive, para que informem detalhadamente a composição química de seus produtos e as pesquisas de segurança e toxidade.

Leia mais deste post

Aquecimento global: Dias mais quentes aumentam as internações hospitalares por problemas respiratórios

Alterações na temperatura européia em relação à média. Imagem da Wikipédia
Alterações na temperatura européia em relação à média. Imagem da Wikipédia

[Por Henrique Cortez, do Ecodebate] As temperaturas mais altas no verão europeu, em razão do aquecimento global/mudanças climáticas, aumentam as internações hospitalares por problemas respiratórios, de acordo com uma análise de dados provenientes de doze cidades européias, de Dublin a Valência.

Os dados provêm do “Assessment and Prevention of Acute Health Effects of Weather Conditions in Europe” (PHEWE), um trabalho de análise, resultado de três anos de colaboração entre os epidemiologistas, meteorologistas e especialistas em saúde pública, que investigaram os efeitos a curto prazo das novas condições meteorológicas na Europa.

Leia mais deste post

Nasa diz que 2008 foi o ano mais frio desde 2000

Comparação de 2008 com a média da temperatura 2001-2007 anomalias. Crédito: NASA GISS<br />
Comparação de 2008 com a média da temperatura 2001-2007 anomalias. Crédito: NASA GISS

[Por Henrique Cortez

] Climatologistas do NASA Goddard Institute for Space Studies (GISS), em Nova York, descobriram que, em termos de temperaturas globais, 2008 foi o melhor ano desde 2000. Por outro lado, a análise também demonstrou que 2008 é o nono ano mais quente, desde que os registros foram iniciados em 1880.

De acordo com estes registros, os dez anos mais quentes ocorreram entre 1997 e 2008.

Leia mais deste post