Pesquisa conclui que as formigas podem aprender a usar trilhas unidirecionais

Rainha e obreiras. Foto da Wikipédia
Rainha e obreiras. Foto da Wikipédia

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] As trilhas de formigas são amplamente conhecidas e reconhecidas, mas, mesmo assim, muito se discute como se organizam e como se orientam. No caso freqüente das trilhas bidirecionais, em que as formigas trafegam nos dois sentidos da trilha, a conclusão parece ser mais óbvia. No entanto, talvez não seja.

Um novo estudo, publicado na revista online, PLoS ONE pode ter algumas respostas. Neste novo estudo [Ants Can Learn to Forage on One-Way Trails] pesquisadores da Universidade de S.Paulo, acreditam ter encontrado uma outra pista para os processos subjacentes à organização coletiva de formigas.

Os pesquisadores mostram que as formigas podem trabalhar em torno de um difícil obstáculo que as impede de voltar para casa pelo mesmo caminho que utilizaram para chegar a um abastecimento alimentar. Não é possível retornar ao ninho em seus dois sentidos trilha (que tem sido o método mais provável em uso por milhões de anos) em que criaram uma nova forma de formular o trajeto, tendo duas estradas unidirecional entre ninho e alimentos.

Os pesquisadores usaram duas pontes incompletas para ligar os ninhos para as áreas de abastecimento alimentar . As formigas tinham de ‘cair’, a partir do fim da ponte de ida ao alimento, a fim de chegar a comida e depois, por não poderem voltar-se para o final da ponte, que tiveram que usar a outra ponte de entrada e, em sua extremidade, ‘cairem’ para o ninho.

Elas não só conseguiram voltar para casa, mas também continuaram a usar o novo ‘caminho’ e, gradualmente, estabeleceram uma nova rotina forrageadora eficazmente ao longo de meses, mostrando que elas poderiam utilizá-la indefinidamente.

O ambiente das formigas é permanentemente afetado por mudanças e irregularidades, com tal intensidade que qualquer sistema de orientação rígida não seria eficaz e, portanto, elas desenvolveram modelos alternativos à tradicional marcação das trilhas (bidirecionais) por feronômios.

O artigo “Ants Can Learn to Forage on One-Way Trails“, publicado pela Plos ONE, está disponível para acesso integral, no formato HTML. Para acessar o artigo clique aqui.

Para maiores informações publicamos, abaixo, o abstract

Pedro Leite Ribeiro1,2*, André Frazão Helene1¤, Gilberto Xavier1, Carlos Navas1, Fernando Leite Ribeiro2
1 Department of Physiology, University of São Paulo Institute of Biosciences, São Paulo, Brazil,
2 Department of Experimental Psychology, University of São Paulo Institute of Psychology, São Paulo, Brazil

Abstract

The trails formed by many ant species between nest and food source are two-way roads on which outgoing and returning workers meet and touch each other all along. The way to get back home, after grasping a food load, is to take the same route on which they have arrived from the nest. In many species such trails are chemically marked by pheromones providing orientation cues for the ants to find their way. Other species rely on their vision and use landmarks as cues. We have developed a method to stop foraging ants from shuttling on two-way trails. The only way to forage is to take two separate roads, as they cannot go back on their steps after arriving at the food or at the nest. The condition qualifies as a problem because all their orientation cues – chemical, visual or any other – are disrupted, as all of them cannot but lead the ants back to the route on which they arrived. We have found that workers of the leaf-cutting ant Atta sexdens rubropilosa can solve the problem. They could not only find the alternative way, but also used the unidirectional traffic system to forage effectively. We suggest that their ability is an evolutionary consequence of the need to deal with environmental irregularities that cannot be negotiated by means of excessively stereotyped behavior, and that it is but an example of a widespread phenomenon. We also suggest that our method can be adapted to other species, invertebrate and vertebrate, in the study of orientation, memory, perception, learning and communication.

Citation: Ribeiro PL, Helene AF, Xavier G, Navas C, Ribeiro FL (2009) Ants Can Learn to Forage on One-Way Trails. PLoS ONE 4(4): e5024. doi:10.1371/journal.pone.0005024

Editor: Anna Dornhaus, University of Arizona, United States of America

Received: November 19, 2008; Accepted: March 5, 2009; Published: April 1, 2009

Copyright: © 2009 Ribeiro et al. This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original author and source are credited.

Funding: Brazilian National Counsel of Technological and Scientific Development. The funders had no role in study design, data collection and analysis, decision to publish, or preparation of the manuscript.

Competing interests: The authors have declared that no competing interests exist.

* E-mail: pedrorib{at}ib.usp.br

¤ Current address: Centro Universitário Fundação Instituto para o Ensino de Osasco, UNIFIEO, Osasco, Brazil

t

[EcoDebate, 06/04/2009]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

3 Responses to Pesquisa conclui que as formigas podem aprender a usar trilhas unidirecionais

  1. fernanda disse:

    gente estou achando esse trabalho otimo

  2. maria julia disse:

    obrigada na minha pesquisa eu tirei 10 obrigada por ter colocadi isso no pc

  3. erica cristina disse:

    eu achei isso otimo assim faço qual quer trabalho escolar nesse site

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: