Redução ‘voluntária’ dos maiores emissores empresariais de CO2 é insuficiente, por Henrique Cortez

refinaria

[EcoDebate] Empresas precisam duplicar o ritmo de redução de CO2 para evitar mudanças climáticas perigosas. Maioria das empresas têm metas de redução a serem iniciadas a partir de 2012, indicando que esperam a iniciativa e o compromisso dos governos.

Um estudo [The Carbon Chasm] do Carbon Disclosure Project (CDP), preparado a partir das metas de redução de CO2 divulgado pelas maiores empresas do mundo, estima que as emissões corporativas atingirão o nível de cortes de gases de efeito estufa recomendado cientificamente em 2089, ou 39 anos após 2050, ano limite para efetiva redução de emissões.

Das 100 maiores empresas globais 92 participaram do estudo o que permitiu avaliar que a média de redução proposta é de apenas 1,9% por ano, inferior aos 3,9% necessários para reduzir as emissões nos países desenvolvidos cerca de 80% em 2050.

Segundo o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), as economias desenvolvidas devem reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 80-95% até 2050, a fim de evitar mudanças climáticas perigosas.

As metas de redução de emissões voluntariamente propostas pelas empresas ), em 84% delas, foram propostas para início em 2012, o que se correlaciona com o último ano do Protocolo de Quioto, e sugerindo que as empresas podem estar à espera de dos resultados da Conferência das Partes da ONU na reunião em Copenhague em dezembro (COP-15), antes de definir metas de redução em termos de longo prazo.

Ou em outros termos, que as empresas irão se empenhar na exata medida de seus governos. Isto é um enorme risco, tendo em vista que já existem claros indicativos que a COP 15 não alcançará resultados mais consistentes do que meros compromissos em tese.

Para acessarem o relatório “Carbon Chasm“, em PDF no original em inglês, clique aqui.

Por Henrique Cortez, do EcoDebate, com informações de Lisa Lee, Carbon Disclosure Project.

EcoDebate, 23/11/2009

One Response to Redução ‘voluntária’ dos maiores emissores empresariais de CO2 é insuficiente, por Henrique Cortez

  1. Pingback: Redução ‘voluntária’ dos maiores emissores empresariais de CO2 é insuficiente, por Henrique Cortez | Portal EcoDebate

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: