Arquivo da tag: recuperação de áreas degradadas

Um quatro da população mundial depende diretamente de terras degradadas

Pasto degradado
Pasto degradado

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] As áreas degradadas estão em expansão em todo o mundo e isto é uma séria ameaça à segurança alimentar. De acordo com a FAO, em razão do declínio a longo prazo na função e na produtividade de um ecossistema, a degradação do solo está aumentando em gravidade e extensão, afetando mais de 20% das terras agrícolas, 30% das florestas e 10% dos pastos.

Um novo estudo [Proxy global assessment of land degradation], publicado na edição online da revista Soil Use and Management confirma as informações da FAO e estima que 24% da população mundial vive no entorno de áreas degradadas e depende diretamente da sua capacidade de produção.

Continuar lendo

Desmatamento ilegal, áreas degradadas e a conversa de sempre, por Henrique Cortez

Desmatamento, em foto de arquivo MMA
Desmatamento, em foto de arquivo MMA

[EcoDebate] A recuperação de áreas degradadas e a lista dos municipios que mais desmatam são dois assuntos recorrentes, infinitamente falados, falados e falados ao longo dos últimos 10 anos.

Para manter a tradição, ontem (24/3), o MMA divulgou a lista dos municípios desmatadores da Amazônia e, como era esperado, a lista subiu de 36 para 43 municípios, responsáveis por 55% do desmatamento da Amazônia Legal em 2008, totalizando 11,9 mil quilômetros quadrados.

E, mais uma vez, o ministro Carlos Minc disse que confia na possibilidade de redução das áreas degradadas no país [“Governo anunciará ações para reduzir áreas degradadas na Amazônia, diz Minc“, na Folha Online, 24/03/2009 – 11h55].

Continuar lendo

Revegetação da flora nativa é mais eficaz com sementes geneticamente diversas

[Revegetation of native flora is more effective with seeds genetically different, by Henrique Cortez]

Evolutionary Applications, Volume 1 Issue 4 (November 2008)
Evolutionary Applications, Volume 1 Issue 4 (November 2008)

Na maioria dos programas de revegetação utiliza sementes das plantas nativas do local, partindo do princípio de que são a melhor fonte de sementes, considerando, inclusive a sua adaptação às condições locais. No entanto, o sucesso da revegetação depende da diversidade genética das sementes. É o que conclui um estudo publicado na revista Evolutionary Applications (Volume 1 Issue 4 November 2008). Por Henrique Cortez, do EcoDebate.

Continuar lendo