Níveis de metano na atmosfera começam a aumentar novamente, depois de uma década de estabilidade

[Levels of methane in the atmosphere began to rise again, after a decade of stability]

2007 MBARI. Escape de metano no oceano Ártico, a partir do aumento de temperatura e descongelamento do permafrost.
Image:2007 MBARI. Escape de metano no oceano Ártico, a partir do aumento de temperatura e descongelamento do permafrost.

A quantidade de metano na atmosfera da Terra disparou em 2007, pondo fim a estabilidade que durou cerca de uma década. O aumento dos níveis de metano, que potencializam os riscos do aquecimento global, foi identificado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Por Henrique Cortez*, do Ecodebate.

Leia mais deste post

Um terço da captura mundial de peixe é desperdiçado na produção de ração animal

[One-third of the world’s fish catch is wasted in the production of animal feed]


Foto Greenpeace

Rações preparadas a partir de peixes representam 37% (31,5 milhões de toneladas) do total de peixes retirados dos oceanos a cada ano e 90 % das capturas transformam-se em farinha e óleo de peixe. Em 2002, 46% de farinha de peixe e óleo de peixe foram utilizadas como alimento para a aqüicultura (piscicultura), 24% para alimentar porcos e 22% para a alimentação de aves.

É o que demonstra um novo estudo alarmante, que será publicado em novembro na revisão anual do Annual Review of Environment and Resources, documentando que um terço das capturas mundiais de peixes, marinhos e fluviais, é destinado à alimentação de peixes, porcos e aves, desperdiçando um precioso recurso alimentar para seres humanos e menosprezando a grave crise de sobrepesca nos oceanos. Por Henrique Cortez, do EcoDebate.

Leia mais deste post

Industrialização selvagem no Vietnam contamina os rios com resíduos tóxicos / Wild industrialization in Vietnam contaminates the rivers with toxic waste


Vastas extensões de rios, que já tiveram peixes e camarões, foram transformadas em zonas mortas. Foto GTZ

Os rios do Vietnam estão cheios de perigo. Ainda que as águas pareçam calmas, elas podem até corroer as solas de sapatos e, de acordo com algumas empresas de transportes, inclusive o casco de um navio.

Anos de crescimento industrial sem controle fazem com que milhares de pequenas e grandes indústrias despejem resíduos tóxicos e cancerígenos no meio ambiente todos os dias. Vastas extensões de rios, que já tiveram peixes e camarões, foram transformadas em zonas mortas. Esses mesmos rios alimentam os sistemas hídricos que fornecem a água potável para milhões de pessoas. Por Henrique Cortez*, do EcoDebate.

Leia mais deste post

Como as mudanças climáticas afetam o ciclo da água? How Does Climate Change Affect The Water Cycle?

aquifero

As mudanças climáticas têm um impacto sobre o ciclo da água, levantando a questão de saber se devemos investir na adaptação a estes impactos ou centrar em questões mais prementes dos recursos hídricos, como a disponibilidade hídrica e saneamento para populações cada vez maiores? Se investir na adaptação às mudanças climáticas é uma prioridade, então é melhor para investir na proteção dos ecossistemas naturais ou no desenvolvimento de engenharia de infra-estrutura? Por Henrique Cortez*, do EcoDebate.

Leia mais deste post

Pneumonia é a doença que mais mata em países pobres

2004
Além dela, as doenças que mais levam à morte nessas regiões são os problemas cardíacos e a diarréia. Nas nações ricas, problemas cardíacos lideram as causas.

A OMS publicou, no dia 27/10, um novo estudo global sobre a mortalidade [The global burden of disease: 2004 update], que fornece uma visão global do estado de saúde, em níveis regional e global. Com base nos extensos dados disponíveis em toda a organização, em relação à mortalidade, morbidade e feridos, discriminados por região, idade, sexo ou receitas nacionais, sobre dados de 2004. Fornece também projeções para 2030 da mortalidade e das doenças, causas e regiões. Por Henrique Cortez*, do EcoDebate.

Leia mais deste post

Viver em bairros com áreas verdes reduz o risco de obesidade em crianças e adolescentes

American Journal of Preventive Medicine

Esta é a conclusão de um estudo realizado por três universidades norte-americanas a ser publicado na revista “American Journal of Preventive Medicine” Volume 35, Issue 6 (December 2008).

Os pesquisadores usaram as informações registradas nos serviços de atendimento primário de saúde de Indianápolis (EUA) e compararam as mudanças de peso de 3,8 mil crianças e jovens entre três e 16 anos ao longo de dois anos em relação às áreas cobertas de vegetação em seus bairros, medidas graças a imagens de satélite. Por Henrique Cortez*, do EcoDebate.

Leia mais deste post

Pesquisadores afirmam que a alga Chlorella reduz a gordura corporal, colesterol total e os níveis de glucose no sangue

Journal of Medicinal Food, Volume 11, Number 3
Journal of Medicinal Food, Volume 11, Number 3

Pesquisadores investigaram os efeitos da alga Chlorella em pessoas com fatores de risco para doenças decorrentes do modo e estilo de vida, concluindo que seus efeitos podem ser muito positivos. Na edição de setembro do Journal of Medicinal Food, pesquisadores de Kyoto, Japão, conduziram a pesquisa controlando, por testes bioquimicos, os efeitos da administração da chlorella nos pacientes pesquisados e confirmaram a redução dos percentuais de gordura corporal, colesterom total e níveis de glucose no sangue. Por Henrique Cortez, do EcoDebate.

Leia mais deste post